Mato Grosso,
Terça-feira,
26 de Maio de 2020
informe o texto a ser procurado

Artigos / Leandro Santos

24/03/2020 | 08:02

Recursos Humanos, pilar positivo em momentos de crise

Dias difíceis, não obscuros, mas difíceis. Difícil como o próprio conceito relatado no dicionário. Difícil: que não é fácil; que exige esforço para ser feito; trabalhoso, laborioso, árduo. Estamos nestes últimos dias e para os próximos (talvez meses) vivenciando o mais e importante momento histórico desta geração. Indicar ao mundo que o SER HUMANO mais do que nunca deve ser: HUMANO. Buscar a proximidade, a colaboração e compaixão é base para revelar do que realmente somos feitos. Pensar no outro. 

Recursos Humanos, duas palavras de força. Recursos – tenha em mente como ser produtivo em momentos de reclusão, seja em casa ou em sua atividade laboral. Fazer uma lista diária de tarefas e cumpri-las denota a sua capacidade em realizar. Humanos – uma grande forma de aproximar famílias, pais e filhos, marido e mulher... grande momento de o pai ser pai e conhecer seu filho (a), de a mãe ser mãe e conhecer seu filho (a). Um olha pra dentro.

Somos mais de dois bilhões de seres humanos convivendo no ambiente urbano, uma verdadeira massa de energia em prol do conviver. Recursos Humanos. Gestão de Pessoas. Talentos Humanos. Gestão de Gente. O nome NÃO importa, o que verdadeiramente importa é sua atitude frente ao momento delicado em que a humanidade precisa de pessoas. Simples... sim, muito simples: pessoas que precisam de pessoas. Você não precisa ser herói, médico, bombeiro... você precisa apenas ser uma pessoa. Da sua casa fazer uma ligação ou enviar uma mensagem do bem para um amigo, para uma colega, pode com um simples emoji tornar o momento do outro mais feliz, menos pesado. Cuidar do outro. 

RH – Recursos Humanos. Grande momento de reflexão a você que se intitula desta nobre e lúcida classe de pessoas/ profissionais. Guerras, pandemias, catástrofes são aqueles momentos históricos em que o ser humano se revela. Se revela como covardes (que aumentam absurdamente em até 300% o valor do álcool em gel) e também os heróis (que continuam atendendo os enfermos, continuam em suas fábricas de comida e que as transportam). Finalizo aqui pedindo um olhar para dentro, uma reflexão sincera sobre em qual classe você se encontra: herói ou covarde. RH, qual o seu papel e como ajudar.  
Leandro Santos

Leandro Santos

Leandro Santos é Psicológo e Gestor de Desenvolvimento Humano  há mais de 17 anos. MBA em Gestão de Pessoas, Pós Graduado em Liderança e Coaching. Atuou em grandes empresas nacionais e multinacionais. Cursando MBA de Gestão do Agronegócio. É membro da diretoria da ABRH-MT.
ver artigos
 
Assista Ao Vivo
 
Sitevip Internet