Mato Grosso,
Terça-feira,
14 de Julho de 2020
informe o texto a ser procurado

Notícias / Cidades

01/06/2020 | 19:06

Jornalista que contraiu Covid-19 diz que dores são muito fortes: "delirava de febre e não conseguia levantar"

Redação TV MaisNews

Jornalista que contraiu Covid-19 diz que dores são muito fortes:

Foto: Reprodução

A jornalista Júlia Milhomem, de 33 anos, moradora de Cuiabá, foi internada, há duas semanas, com o diagnóstico da Covid-19. Ela teve o resultado do exame no dia 15 de maio. Nesta segunda-feira (1º), Júlia passa pelo último dia de quarentena monitorada pela Saúde, já com o resultado de um novo exame que aponta que ela está curada da doença. Além da jornalista, a irmã, o marido e o pai também foram infectados. Ela conta a dificuldade que passou durante os estágios da doença.

"Os primeiros sete dias foram os piores. Eu passava muito mal, tinha febre altíssima, delirava, não tinha forças nem pra levantar. A dor não passava. Minha cabeça doía e eu não conseguia abrir os olhos ou sequer me levantar para chamar o Samu", lembra.

Durante a pandemia, a jornalista e o marido dela continuaram trabalhando em casa, tomando todas as medidas preventivas necessárias. Além disso, eles se restringiram a ir apenas aos locais de serviços essenciais, como o mercado ou a farmácia.

Mesmo assim, os dois foram contaminados pelo coronavírus.

"Acreditamos que a primeira a pegar a doença foi a minha irmã e logo depois eu peguei, mas não sabemos exatamente como foi. A contaminação é muito rápida e pouco tempo foi suficiente para todos em casa serem infectados", conta.   (Com G1MT)
 
Assista Ao Vivo
 
Sitevip Internet