Mato Grosso,
Quarta-feira,
2 de Dezembro de 2020
informe o texto a ser procurado

Notícias / Política

23/10/2020 | 12:12

Emanuelzinho diz que governador não mexeu ‘um pauzinho’ para resolver questão do VLT

Redação TV Mais News

Emanuelzinho diz que governador não mexeu ‘um pauzinho’ para resolver questão do VLT

Foto: Rogério Florentino

O deputado federal Emanuel Pinheiro Neto (PTB), o ‘Emanuelzinho’, que também é candidato à prefeitura de Várzea Grande, criticou a atuação do governador Mauro Mendes (DEM) em relação à questão do VLT. Segundo ele, Mendes, em dois anos de mandato, ‘não mexeu nem um pauzinho’, e não há vontade política para resolver o problema.

“Já passou a antiga gestão do governo do Estado, veio a gestão do governador Mauro Mendes, já tem dois anos, não se mexeu um pauzinho. Ali você tem judicialização, estudo técnico sobre viabilidade da tarifa, se vai precisar de subsídio, o que vai precisar gastar para concluir... então não vejo vontade política”, afirmou o candidato. Segundo Emanuelzinho, caso ele seja eleito e perceba que não há essa vontade política, vai optar por revitalizar a FEB.

O candidato afirmou que não é contra a conclusão do VLT, mas somente se isso não for prejudicial ao erário de Várzea Grande. “Se o governador quiser jogar nas costas de Várzea Grande, quiser falar que Várzea Grande tem que colocar recursos que não tem, aí eu sou contra. Caso contrário, se o governo assumir e me quiser como parceiro, como prefeito de Várzea Grande, vou fazer. Agora, o ideal, meu ponto, se não for terminar, é então fazer a revitalização da FEB, aumentando, criando mais uma pista tanto de ida quanto de vinda, porque daqui a dez anos, seis horas da tarde e sete horas da manhã você não vai ter como trafegar por ali”, declarou na noite da última quinta-feira (22), antes do debate realizado pelo site VG Notícias.

Segundo Emanuelzinho, o governador tem conversado com a Secretaria Nacional De Mobilidade Urbana, porém não divulgou as conclusões. “A tônica da conversa, pelas informações que tenho, era para transferência  para o BRT, e nada impede a continuação do diálogo porque ele tem um secretário competente para isso, que pode continuar tocando as tratativas sobre o VLT, e que não impedem nada a saúde e nem a Covid-19. Até porque a complementação do recurso provavelmente deve vir do Governo Federal, inclusive eu apresentei uma PPA para concluir o VLT, uma emenda PPA para que pudesse ser concluído o VLT com recursos do Governo Federal. Não passou. Consegui aprovar sobre o Hospital da Família e sobre o Hospital Julio Muller, mas paciência. Não concordo com isso, acho que foi uma desculpa pela falta de vontade política”, afirmou, em relação à fala de Mendes de que não teria tratado a questão do VLT por estar se dedicando à saúde pública, em meio à pandemia.

Para o deputado, caso ele seja eleito prefeito, a relação do o Governo deve ficar no mais alto ‘republicanismo’. “Ele assumiu o governo do Estado e ele agora é responsável por isso, então eu vejo que falta essa vontade política do governador, e tanto o prefeito de Cuiabá quanto o prefeito de Várzea Grande dependem desse diálogo com ele. Então por isso que eu quero manter minha relação com o Governo do Estado no mais alto republicanismo para que a gente possa ter uma relação amistosa, e com isso Várzea Grande sai ganhando”, finalizou.

fONTE- Olhar Direto 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Assista Ao Vivo
 
Sitevip Internet