Mato Grosso,
Segunda-feira,
18 de Janeiro de 2021
informe o texto a ser procurado

Notícias / Educação

13/01/2021 | 08:11

Seduc mantém volta às aulas no dia 8, mas analisa modelo de ensino

Redação TV Mais News

Seduc mantém volta às aulas no dia 8, mas analisa modelo de ensino

Foto: Divulgação

O secretário de Estado de Educação, Alan Porto, afirmou nesta terça-feira (12) que a forma como as aulas da rede pública de ensino serão retomadas nas escolas estaduais irá depender do número de casos da Covid-19 no Estado. Entre as possibilidades está a forma presencial, em casa ou no sistema híbrido.

 

O secretário vem sendo criticado, nos últimos dias, por ter anunciado o retorno das atividades escolares para o próximo dia 8 de fevereiro. Inicialmente, a previsão era de que seria de forma híbrida, com revezamento entre os alunos.

 

Ocorre que, nesse período, aumentou o número de casos confirmados e mortes pela Covid-19, bem como a taxa de ocupação dos leitos de UTI nos hospitais. Até ontem, Mato Grosso já tinha 191.106 casos confirmados e 4.694 óbitos.

 

“As aulas serão retomadas no dia 8 de fevereiro, mas o modelo vai depender da curva epidemiológica da Covid-19. Não vamos tomar nenhuma decisão irresponsável. Nossa maior preocupação é com a saúde dos nossos profissionais e alunos”, afirmou.

 

As aulas estão suspensas presencialmente desde março do ano passado, quando a pandemia teve início.

 

Enquete

 

Não vamos tomar nenhuma decisão irresponsável. Nossa maior preocupação é com a saúde dos nossos profissionais e alunos
A Seduc lançou uma enquete para saber a opinião de pais e responsáveis, assim como dos profissionais. Eles poderão escolher entre três modelos: presencial (100% dos alunos em sala de aula), híbrido (50% dos alunos em sala de aula, com revezamento) ou não presencial (100% dos alunos em casa com estudo on-line e off-line).

 

De acordo com Porto, o diálogo será ampliado também com o Sindicado dos Trabalhadores no Ensino Público (Sintep), Fórum Estadual de Educação, União dos Dirigentes Municipais de Educação de Mato Grosso (Undime), Associação Matogrossense dos Municípios (AMM), senadores, deputados federais e estaduais.

 

“A decisão final será tomada levando em consideração a opinião de pais e responsáveis pelos alunos, a dos profissionais que estarão nas escolas, dos representantes da sociedade e os dados da Covid-19”, enumerou.

 

“Já tivemos um grande prejuízo no aprendizado em 2020 devido à pandemia. O ensino presencial é indispensável, principalmente na fase da alfabetização. Mas este retorno só ocorrerá de forma totalmente segura”, completou.




FONTE: Midia News

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Assista Ao Vivo
 
Sitevip Internet