Mato Grosso,
Terça-feira,
23 de Abril de 2019
informe o texto a ser procurado

Notícias / Educação

23/01/2019 | 09:06

​Mato-grossense é uma das 55 pessoas a tirar nota máxima na redação

Gazeta Digital

​Mato-grossense é uma das 55 pessoas a tirar nota máxima na redação

Foto: Reprodução/Gazeta Digital

Estudante mato-grossense Gabriela Arenhart, 21, foi uma das 55 pessoas do país a tirarem a nota máxima na redação no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2018.  Ela é natural de Tangará da Serra (236 km de Cuiabá).

De acordo com dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), 4,1 milhões de redações foram corrigidas. Das 55 que atingiram mil pontos, 42 eram mulheres. 

Quatro anos de cursinho foram necessários para que Gabriela ficasse entre os melhores pontuados. Estudando de manhã, a tarde e a noite e sem acesso a quase nenhuma rede social, ela se dedicou integralmente ao sonho de ingressar no curso de medicina.

"Foi bem cansativo, mas acabou valendo a pena. Tudo isso devo não só ao meu mérito. Tem a minha família, meu pai, minha mãe, meu irmão, tem meus amigos também, o apoio dos professores incríveis que passaram na minha vida e consegui esse desempenho", afirmou.

De acordo com a estudante, sua maior nota na avaliação dissertativa havia sido na edição de 2017, em que ela fez 960 pontos. Ela realiza o exame desde o 2º ano do Ensino Médio. Em 2018, o tema "Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet" não era esperado por Gabriela.

"Eu fiquei bem nervosa, respirei fundo e comecei a pensar em algumas ideias e anotar no canto da folha. Fui escrevendo recursos argumentativos que eu podia encaixar no tema. Até que elaborei uma tese e fiz os primeiros dois argumentos, o que eu ia defender no terceiro parágrafo. [...]  Não acreditava que ia tirar uma nota tão alta. Foi o tema mais difícil que fiz no Enem e tirar essa nota foi uma surpresa mesmo. Não esperava". 

Com o período de inscrições do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) aberto, a estudante espera ingressar na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) ou Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat). 

"Tem que se empenhar bastante. É persistência, dedicação e confiar que você pode fazer isso. Eu não esperava nunca tirar uma nota assim tão alta. Se você confiar em si, se dedicar, prestar bastante atenção no que os professores te orientam para ler e o que usar na redação. Vale muito a pena e você pode alcançar uma nota assim", assegurou.
 
Assista Ao Vivo
 
Sitevip Internet