Mato Grosso,
Sábado,
20 de Abril de 2019
informe o texto a ser procurado

Notícias / Polícia

25/01/2019 | 09:13 - Atualizada em 25/01/2019 | 09:17

Assaltantes são presos por vender produtos furtados de oito residências no bairro Boa Esperança

Assessoria PJC-MT

Assaltantes são presos por vender produtos furtados de oito residências no bairro Boa Esperança

Foto: Reprodução

Quatro homens suspeitos de furtar residências e comercializar os produtos na internet, via site de compra e venda, foram presos na quinta-feira (24.01), após investigações da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Cuiabá.

Os suspeitos: Paulo Roberto Seixas Quintino, 28, Rafael Sales da Cruz, 33, Weliton da Silva Figueiredo, 22, Leonardo Neves de Oliveira, 28 anos, foram presos no bairro Pedra 90 e com eles recuperados diversos produtos roubados ou furtados de residências, especialmente, do bairro Boa Esperança, região das principais ocorrências registradas na Polícia Civil.

Um colete a prova de bala da Polícia Civil está entre as dezenas de itens apreendidos, que ainda estão sendo catalogados na sede da Derf Cuiabá.

Em pouco mais de 20 dias, os assaltantes invadiram ao menos oito residências diferentes. Uma vez dentro das casas, faziam um verdadeiro “limpa”, levando diversos produtos, como televisores, máquinas de lavar, computadores e outros itens de valor, que depois eram anunciados a venda na internet.

Um das vítimas foi a casa de um investigador de polícia, que teve instrumentos de trabalho levados (camiseta da PJC, colete, carregador, munição ponto 40), joias, notebook, aparelhos de televisão, entre outros. O furto com arrombamento da residência ocorreu nesta semana. O policial contou que havia saído de casa no dia 21 e ao retornar na quarta-feira (23) encontrou a porta lateral arrombada e casa toda revirada.

“Eles tinham uma assessoria que viam as casas vazias ou por viagem de final de semana ou temporadas. Entravam nessas casas e fazia a mudança com apoio de veículos. Tinham também as pessoas que faziam as publicações na internet, encarregadas de fazer a venda”, explicou o delegado Marcos Sampaio.

Os presos ainda serão interrogados para ter a participação individualizada nos crimes, podendo responder por receptação e furto.

A Delegacia de Roubos e Furtos espera que com a prisão, os suspeitos possam ser reconhecidos em outros assaltos e eles sejam responsabilizados por todos os atos praticados.

 
 
Assista Ao Vivo
 
Sitevip Internet