Mato Grosso,
Domingo,
22 de Setembro de 2019
informe o texto a ser procurado

Notícias / Geral

28/08/2019 | 10:00

Sema flagra 1,5 mil ha de desmate ilegal; multa é de R$ 7,5 milhões

MidiaNews

Sema flagra 1,5 mil ha de desmate ilegal; multa é de R$ 7,5 milhões

Foto: Reprodução

A primeira fiscalização em campo realizada pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), baseada em alertas emitidos pela Plataforma de Monitoramento com Imagens Satélite Planet, identificou cerca de 1,5 mil hectares de desmatamento ilegal da floresta amazônica em Marcelândia (a 537 km de Cuiabá).

A fiscalização foi realizada entre os dias 13 a 17 de agosto. A plataforma foi lançada pelo Governo do Estado na semana passada para detecção de desmatamento em tempo real de alta resolução que permitirá um monitoramento ambiental preventivo, com detecção em tempo real e imagens de alta resolução espacial, que geram alertas semanais de desmatamento.

De acordo com a Sema, todos os alertas de desmatamento pelo Satélite Planet foram confirmados, uma parte com sobrevoo e outra por via terrestre. Os crimes ambientais de desmatamento ilegal geraram multas de R$ 7,5 milhões.

A área total de desmatamento, apontada em diversas propriedades, é de aproximadamente 1,5 mil hectares em Floresta Amazônica, objeto de especial preservação. 

Com o alerta, o proprietário é identificado por meio do Cadastro Ambiental Rural (Car), notificado para cessar o desmatamento e autuado. Conforme a Sema, a equipe de campo também será acionada quando o proprietário da área onde ocorre o desmatamento ignorar a notificação ou não puder ser identificado pela Pasta. Desta forma, os técnicos irão até o local para que ele receba as sanções administrativas e possa ser responsabilizado.

Plataforma Planet

A Plataforma de Monitoramento com Imagens Satélite Planet tem uma resolução espacial de 3 metros e cobre todo o território do Estado diariamente, o que permite que as equipes de fiscalização possam identificar a ação no início, resultando em maior eficiência no combate ao desmatamento ilegal.

O sistema permite detectar desmates de até um hectare e o monitoramento diário possibilita identificar rapidamente os desmatamentos que estão se iniciando nos três biomas – Amazônia, Cerrado e Pantanal. A Plataforma traz celeridade na autuação administrativa, responsabilidade criminal e obrigação de reparar o dano.
 
Assista Ao Vivo
 
Sitevip Internet