Mato Grosso,
Domingo,
15 de Setembro de 2019
informe o texto a ser procurado

Notícias / Política

02/09/2019 | 09:02

Emanuel rebate vice: "ganhe a eleição e faça melhor"

Folha Max

Emanuel rebate vice:

Foto: Reprodução

As divergências políticas entre o prefeito Emanuel Pinheiro (MB) com o seu vice-prefeito, Niuan Ribeiro (Podemos), tiveram um novo capítulo durante solenidade de entrega do Centro de Tratamento de Queimados (CTQ), no Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), na última sexta-feira (02).

Em conversa com a imprensa, respondendo a crítica de Niuan, que se manifestou contrário à entrega do hospital em etapas – a de hoje foi a quinta e penúltima etapa – Pinheiro, como é de seu estilo, foi irônico, quando quer rebater adversários. “Está certo. Ganha a eleição para a prefeitura, e faça da melhor maneira”, disparou, sugerindo que primeiro Niuan deveria disputar e conquistar o cargo de prefeito, para depois dar “pitacos”.

Pinheiro reforçou que a decisão de entregar as obras do HMC em etapas, foi a melhor maneira, até para não prejudicar os atendimentos que ainda continuam sendo feitos pelo antigo Hospital e Pronto-Socorro, como a ala de urgência e emergência. A última etapa, com a transferência da emergência do antigo PS para a nova unidade, deve acontecer no dia 30 de setembro, quando o hospital estará funcionando em 100% da sua capacidade.

‘Esta foi a melhor maneira [entregar em etapas] e eu fico com a opinião dos técnicos do Ministério da Saúde que vão estar aqui dentro de dez dias eu faço questão que a nossa imprensa ouça os técnicos da saúde, aí vocês vão ouvir quem entende de saúde, quem conhece o Brasil inteiro falar sobre o HMC e a iniciativa do prefeito Emanuel Pinheiro que está sendo copiada em grandes centros, de oferecer uma unidade como essa, com essa dimensão em etapas, garantindo toda a segurança a integridade a vida das pessoas”, justificou.

Em relação a críticas de Niuan à gestão Emanuel, que não seria “humanizada”, devido à falta de insumos básicos no atual pronto-socorro, por exemplo, o prefeito sugeriu que a “percepção” do vice foi um tanto tardia. “Ainda bem que ele começou a questionar agora, dois anos e meio depois [... ]humanização, que a partir de agora que está sendo questionada”, rebateu, para, a seguir, ser enfático na defesa da gestão. “Não há o que se falar. É uma gestão humanizada, quer ajudar, vamos ajudar, vamos trabalhar por Cuiabá”, disse, apontando, que por trás das críticas, existem interesses eleitorais. “Está na cara, muita gente está pensando em eleição, está pensando na politicagem. Eu não”, garantiu.

Emanuel ressaltou que continua pensando em honrar seus compromissos e que só falará em eleições, no ano da eleição, em 2020. “Eu não estou pensando em eleição. Estou pensando na população, na gestão”, afirmo Emanuel. No entanto, mesmo jurando que não pensa em concorrer a um próximo mandato, ele afirmou que vários líderes partidários entendem que ele deva disputar as eleições. Um desses líderes estaria indo para Brasília defender sua eleição. “Na terça-feira, vocês vão saber. Agora, eu tenho culpa dos partidos estarem pedindo para eu ser candidato? Das pesquisares estarem aprovando a gestão Emanuel? Entendem que eu devo ser candidato à reeleição e continuar esse novo momento que estamos escrevendo na historia politica da Capital”.
 
Assista Ao Vivo
 
Sitevip Internet