Mato Grosso,
Sexta-feira,
22 de Novembro de 2019
informe o texto a ser procurado

Notícias / Cidades

15/10/2019 | 08:51

Judiciário doa produtos apreendidos pela Receita Federal

HiperNotícias

Judiciário doa produtos apreendidos pela Receita Federal

Foto: Reprodução

O Poder Judiciário de Mato Grosso, em parceria com a Receita Federal, irá entregar 3,6 toneladas de roupas e vestuários (camisetas, cuecas e shorts) a moradores dos municípios de Santa Terezinha, Luciara, São Felix do Araguaia, Novo Santo Antônio e Cocalinho, que participarão do projeto Araguaia Cidadão.

A Receita é responsável pela administração dos tributos federais, controle aduaneiro, combate à evasão fiscal (sonegação), contrabando, descaminho e pirataria, e entregou os produtos ao Judiciário, com apoio e supervisão do Instituto Ideais.

Na primeira fase do Araguaia Cidadão, a Receita Federal colaborou com 4,6 toneladas de roupas, mantas, toalhas e sandálias.

 
 
 
“Essa parceria mostra a seriedade do trabalho e o comprometimento de todos em cumprir a missão dada pelo presidente do Tribunal, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha”.

Segundo o magistrado, além dos produtos que são levados para doações, o Poder Judiciário congrega uma gama de serviços com vistas a pacificar, mediar e fomentar ações que refletem em números positivos para o Poder.

São parceiros do Poder Judiciário instituições públicas e privadas, como o Executivo estadual, Marinha do Brasil, Exército, Polícias Militar, Civil e Rodoviária Federal, Defesa Civil, INSSS Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Assembleia Legislativa, prefeituras e câmaras municipais e Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

“Além disso, temos a cereja do bolo que são os casamentos sociais, em parceria com o MPE, cartórios locais e Corregedoria. Todos os parceiros estão engajados em fazer um dia diferente em cada um desses municípios” concluiu.

Araguaia Cidadão

A segunda fase do projeto será de 6 a 15 de novembro. Para chegar ao primeiro ponto de atendimento, Santa Terezinha (a 1.323 km de Cuiabá), a expedição sairá de Cuiabá no dia 4 e ficará dois dias na estrada. A maior parte do caminho será por estrada sem pavimentação e a previsão é de muita chuva e lama. Para atender os moradores da região do “Vale dos Esquecidos”, será necessário percorrer 4 mil quilômetros.

Nos dias de atendimentos, o Judiciário e parceiros irã oferecer registro tardio, resolução de conflitos sociais, reconhecimento da paternidade, habilitação para adoção, casamento comunitário, consultas médicas, oftalmológicas e odontológicas, vacinação, confecção de documentação, cadastro biométrico, alistamento eleitoral, emissão de título de eleitor, entre outros.
 
Assista Ao Vivo
 
Sitevip Internet